Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Do Vale ao Cume - Aconcágua 2010/2011
 


Olá  pessoal! Vai aí uma foto da entrada do Parque do Aconcágua. Orcones! Assim que conseguir operar melhor a inserção de fotos mando mais. Filomena



Escrito por Taciana e Léo às 18h37
[] [envie esta mensagem
] []





Olá pessoal! Bem não consegui cumprir muito bem a minha missão de colocá-los a par dos acontecimentos lá no Aconcágua. Mas vamos lá. Em Mendoza não consegui mandar mais nada, poque depois de uma tarde de degustação de vinhos..... tive que dormir. A recuperação das forças acontece gradativamente. Acho que o desgaste é taõ intenso que o corpo não se recupera de uma hora para a outra. Mas vamos ao que interessa. Como foi a nossa ida para o Campo Base. Para a Plaza de Mulas. Foram 10h de caminhada com ascenção de 1.000m. Antes de eu ir eu dizia que eu "só" ia até o campo base. Hoje definitivamente a palavra "só" está excluída desta frase. Digo com orgulho de quem venceu um super desafio que "FUI ATÉ O ACAMPAMENTO BASE  DO ACONCÁGUA"!!!!!!!!! Já tínhamos ouvido dizer que este era um dia muito intenso e que segundo o pessoal que já havia estado lá, seria depois do tentativa de atingir o cume, a segunda etapa mais difícil. Bem, não dá para imaginar até se estar lá. Partimos de Confluência, logo pela manhã. Depois de uma parte de subidas e descidas, chegamos à Playa Ancha, uma área plana de 26km. O lugar é deslumbrante, porque tudo em volta é impactante pelas cores das montanhas e pelo tamanho delas. Mas realmente neste momento parece que aquela caminhada não tem fim. Você vê as pessoa ao longe e o tamanho delas te mostra o quanto você ainda está distante. Sem contar que durante este dia nevava e estava bem frio. Fizemos algumas paradas ao longo do caminho para comer e beber água. Dava para descansar um pouquinho, mas não o suficiente. Depois de umas 5-6h de caminhada, chagamos a um abrigo, meio destuído, que fica logo antes de iniciar a subida para a Plaza de Mulas, que de acordo com uma placa ficava a 4h dali. Descansamos um pouco mais porque muitos já estavam bastante exaustos. E aì......começamos a subir! Nesta hora nevava muito e ventava também. O vento fazia com que a neve batesse forte nos nosso rosto e a gente só tinha consciência que não podia parar e nem retornar. Era seguir adiante! Sem saber a que distância estávamos do campo base. E na verdade ninguém queria muito perguntar para ver se assim a gente continha a ansiedade. A trilha não é muito larga e sendo assim assusta um pouco, principalmente naquelas condições climáticas. Eu só pensava "keep walking! don't look back! um passo depois do outro!". E rezava! E assim cada um de nós foi fazendo o seu mantra particular e enfrentando com coragem aquela subida, com o coração que acelerava e com a falta de ar que vinha e ia. Qdo avistamos a bandeira da Argentina, que fica em uma elevação na entrada da Plaza de Mulas, sabíamos que estávamos perto. Naquele momento eu não tinha sequer a noção de quanto tempo havia se passado. Só quando chegamos ao domo da Aymará, reservado para nós é que fiquei sabendo que tínhamos feito todo o trajeto em um tempo bem razoável: 10h!!!!!!!!  Ai cada um de nós teve uma reação diferente, não só naquele momento mas nos dias que se seguiram.... Volto a contar mais depois. Agora quero que todos concentrem o pensamento e a energia para o sucesso dos meus amigos que ainda estão lá tentando o cume. Não tive notícias deles desde que saí de lá. Até porque não seria possível eles se comunicarem conosco. Bem vamos continuar torcendo muito para o sucesso deles. Filomena



Escrito por Taciana e Léo às 10h31
[] [envie esta mensagem
] []





Hola pessoal,

Cá estou eu de volta a Mendonza e com a missao de colocar uma menssagem no blog. Antes de tudo, tenho que dizer para todos as pessoas das famílias dos que estao lá, q eles mandam dizer q estao com muuuuuuuiiiiiiittttttttaaaaaa saudade de voces. Voces sao lembrados sempre som muito carinho e nossas conversas sempre falavam de voces. Estao sintam-se queridos e la com eles. Cheguei a Mendonza perto da meia-noite do dia 02/01/2011, depois de uma caminhada de 32kms, com direito a tres paradinhas de uns 15min. Pq isso??? Pq queríamos chegar para tomar um belo banho quente e finalmente dormir em uma cama.... Assim q chegamos fomos p/ um restaurante, comer..... Viemos do Campo Base, eu (Filomena), a Bia, o Caio, a Jus e o Eduardo da Grade 6. Acho q a Grade 6 deveria se tornar Grade 10, pq o pessoal de lá é simplesmente 10!!! Mas falo mais sobre eles depois. Levamos 9;30hs para cobrir todo o trajeto e chegarmos a entrada do Parque do Aconcágua e daí voltamos p/ cá no Jipe do Carlos, da Grade 6, com direito a muito raggae e muita conversa sobre o trekking.... O que dizer desta experiencia????? Única, incrível, inacreditável, fantástica, muuuuuuuiiiiiiiittttttttoooooooo difícil!!!!!!! Principalmente para nós os brasileiros, por cause do clima lá. Este ano tem muita neve e frio. Já experimentamos acordar pela manha e abrir a barraca e nos depararmos com tudo coberto de neve, no primeiro acampamto que ficamos dentro do Praque do Aconcágua. Coisa q nunca nenhuma das pessoas q estavam conosco tinha ouvido falar de acontecer em Confluência, nome deste acampamento. Entao foi lindo e um choque ao mesmo tempo, pq cmo seria conviver com tudoa aquilo????? Ficamos um dia e meio neste acampamneto e depois partimos para a camimhada até o acampamento seguimte, O Campo Base do Aconcágua! Aí vou ter q contar mais tarde esta parte, pq agora vou visitar umas vinícolas aqui em Mendonza. Afinal ninguém é de ferro!!!!!!!!!!! Bjs p/ todos, meus e dos q ainda estao lá, q continuam no meu coraçao e nos meus pensamentos todo o tempo...

Filomena 



Escrito por Taciana e Léo às 14h25
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]